Tuesday, January 09, 2007

Macworld 2007

última atualização: 11/01, 18:05

Ao vivo da Macworld 2007.
Divirtam-se em saber os novos brinquedinhos do Sr. Jobs.
Análises das novas crianças neste espaço logo mais.

  • seguem as primeiras fotos do centro de entretenimento da Apple.

  • iPhone.

  • A Macworld Expo revelou gratas surpresas aos seguidores da Apple: um centro de entretenimento doméstico e o iPhone. Steve Jobs iniciou sua apresentação (que os Applemaníacos chamam de "Keynote", por ser feita no software da companhia similar ao Powerpoint da Microsoft) dando uma geral nos resultados de vendas de iPods, de músicas (mais de 2 milhões até agora) e de filmes, ambos pelo iTunes. A empresa não tem do que reclamar. O market share do iPod foi de 62% em novembro, quando o Zune foi lançado e abocanhou 2% somente do mercado total.

    Logo depois dos números iniciais, Jobs introduziu o Apple TV, um dispositivo wireless que é o centro de entretenimento digital doméstico da Apple. Você pode enviar, do seu mac para o dispositivo filmes, músicas, fotos, episódios de suas séries favoritas comprados no iTunes Music Store, tudo de forma wireless. Conecta-se o dispositivo à TV e voilà, agora pode-se assistir ou ver os arquivos multimídias em sua TV de alta definição. O menu de controle é bem similar ao programa FrontRow, que hoje já controla esstes conteúdos no próprio computador do usuário.

    É sempre legal ver os Keynotes de Jobs, porque ele efetivamente mostra ao público como os equipamentos funcionam (seja tudo teatralmente montado para que nada dê errado ou não; isso é o que menos importa, porque a experiência de ver funcionando é o objetivo final). Não foi diferente desta vez: pudemos ver o Apple TV transmitir para a tela alguns trailers do site da Apple (online e em tempo real, recebendo os dados do computador via wireless), pedaços de um filme e de uma série e também algumas músicas.

    Esse produto sinaliza aos competidores a intenção da Apple de entrar em "águas nunca d´antes navegadas". Dá um recado principalmente à Sony, à Philips e empresas de consumo e eletroeletrônicos em geral. E tem tudo para ser um grande sucesso. O preço de venda do set-top box é de US$ 299. O interessante seria saber qual a margem de lucro da companhia, que costuma ser relativamente baixo nos hardwares.

    Em seguida, Jobs revelou a jóia da coroa, esperada por mais de dois anos pelos fervorosos admiradores da empresa de Cupertino: o iPhone.

    Veja bem, a Apple é reconhecida pelo sua obsessão em inovar. Qualquer outra empresa já teria ficado satisfeita se tivesse sido a inventora do computador pessoal como o conhecemos, ou do mouse, ou do iPod. A Apple inventou todos eles, e revolucionou os respectivos setores. E não se satisfez. Agora, vai revolucionar o setor de telefonia. O iPhone é isso: uma revolução.

    1 comment:

    zoqi1234 said...

    hello I like your blog Can you link? Please visit my blog aboutmake big money.Very happy to know our friends like tomake money